jan 262010
 

Mãe e filha catarrentas gripadas.

Melzinho com copaiba não ta dando certo.

Tô pra comer vick porque só cheirar não ta dando certo.

Resfenol?? Já tô imune a ele de tanto que tomo.

Pra completar o tempo pras bandas de cá mudou, a temperatura caiu… e como quase nunca faz frio, as roupas mais quentinhas ficam emboladasguardadas dentro do guarda-roupa aí no dia que preciso usar fico alergica aquele cheiro de roupa guardada ha séculos.

Tô aqui enrolando postando essa hora porque ainda não descobri uma posição pra dormir que eu não fique tão sufocada de tanto que o nariz entope e amanhã/hoje às 05:30 tenho que estar de pé e sair encatarrada congestionada, chamar a Gabriella mil vezes pra ela acordar na milésima primeira pra levar ela pra escola, porque desde sexta ela está de *férias*.

Deveria existir marido de aluguel né?? Aí quando eu estivesse péeeeeeessima eu falaria: Marido hoje é teu dia de levar as crianças pra escola.

Falando em criançaS hoje/ontem o post do Papo de mãe me fez lembrar dos meus sonhos mais mulherzinha romântica do mundo. O post fala sobre filhos planejados ou não, sabe que em nenhum momento da minha vida me recordo que eu nunca tenha tido vontade de ser mãe, acho que quando me perguntavam o que queria ser quando crescer eu pensava: Mãe. mãe de 4 filhos.

Meu sonho de mulherzinha romântica era encontrar um homem gostoso, bom de cama, bem dotado, honesto, trabalhador que tivesse disposição sexual todos os dias, que adorasse sexo selvagem e de vez em quando um amorzinho gostoso e que quisesse ter 4 filhos com idades proximas um do outro, correndo loucamente por uma casa enorme, com aquela grama chique que em toda novela da globo tem uma casa chique com um gramado verdemente perfeito, no meu sonho com certeza eu não me importaria com crianças comendo em cima da cama, com mãos sujas no meu sofá branco que eu não tenho, com uma parede riscada pelas crianças que alegariam estar em busca pela arte perfeita, eu também queria um gato e um cachorro como sonhar não custa nada eu queria também passarinhos voando livremente na minha varanda. O que aconteceu comigo não foi quase nada do que sonhei, aos 21 anos me vi grávida, sem planejar, de um homem que nunca pensei em me casar e que nossa relação já estava no fim. Assim que peguei o resultado da gravidez contei a ele e logo terminei de vez o namoro que já estava terminado só ele não enxergava isso. Mas sempre deixei claro que o relacionamento entre eu e ele havia terminado, mas entre nós (eu, ele e o bebe que até então não sabia o sexo tinha que continuar) Mas é uma pena e como a mãe da Heloiza disse mães amam os filhos, os pais amam as mães (isso é quando amam ne). Se termina o “amor” pela mãe, termina o amor pelo filho. A gente tem mania de achar que o mesmo amor que a gente tem por nossos filhos, os pais também tem que ter. Infelizmente não é assim. Homens amam diferente. E os homens modernos, que nós criamos, não se responsabilizam mais pelos filhos, porque sabem que nós fazemos isso por eles.

No começo foi difícil, nos primeiros três meses eu tirei pra me adaptar a nova condição, de mãe solteira e mesmo minha filha não tendo sido planejada ela vem de uma gestação que ela foi muito, mas muito querida, muita amada e esperada.

E pode ter certeza que eu passaria por tudo novamente porque minha vida mudou muito e mudou pra melhor! mesmo não tendo o marido, os 4 filhos e a casa enorme cheia de crianças eu tenho uma casa, um sofá riscado (que já trocado), um risquinho de nada na parede da sala, um buraquinho descascado de tinta na parede do meu quarto, porque Gabriella viu e não se conteve foi lá e descascou, tenho marcas de pés molhados pelo quarto quando ela sai do banho, tenho risadas que enchem a casa e a alma, tenho brinquedos espalhados pela casa o tempo todo, tenho choros,birras, manhas e sonhos de crianças que a mãe entra no embalo e sonha com a filha. Tenho um espaço na cama que está sempre pronto quando ela diz: “mamãe posso dormir com você? só hoje… fico tão sozinha na minha cama” e a gente se aninha e dorme…

A Gabriella somente a Gabriella me completou de uma forma que eu me sinto tola por pensar que antes dela eu achava que era feliz. Feliz sou agora!!

Leia também :

  • Hoje a Heloiza Ribeiro, falou com maestria algo que pens ...

  • Não sou o tipo de mãe que esconde as coisas dos filhos e ...

  • Mãe mãe mãe. Esses dias me peguei falando para Gabriel ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  One Response to “00:59”

  1. Barry Wells Did you get to read about Google Instant launched sept o8, 2010
    http://bit.ly/bGMeYc or http://bit.ly/9E9AKE

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha