jan 272010
 

Investir na educação ainda é a melhor solução.

As pessoas deveriam perceber que investir na educação é essencial e que apertar o orçamento para que o filho tenha oportunidade de uma boa educação vale a pena.

Eu sei que muita gente realmente não tem dinheiro nem para apertar o orçamento, mas falando da MINHA realidade e da realidade das pessoas próximas a mim eu não acho interessante colocar o filho em uma escola só porque é bonitinha e o preço é bem baixo.

Escola é mais do que bonitinha e preço baixo, escola é educação de qualidade, interatividade. São educadores qualificados é o amor que cada educador tem por sua atividade, é a dedicação por cada criança que ali está. Educação infantil é um ramo que tem crescido muito ultimamente e por conta disso muitos espaços destinados a este fim estão sendo abertos de qualquer jeito, com um precinho tentador, com profissionais sem qualificações e o pior sem métodos e sem metodologias.

Eu aperto meu orçamento para dar o melhor para minha filha e ainda tem gente que pergunta:

“Mas com essa idade ir pra escola?”

“Se for brincar é melhor brincar em casa que não paga”

Essas perguntas surgem por dois motivos: Falta de Conhecimento x Cultura.

Quem é do Norte sabe que até pouco tempo atrás as crianças só iam para escola a partir dos 6 anos e que em raros casos iam antes. Hoje por necessidade dos pais as crianças estão indo cada vez mais cedo para escola e se vão cedo acredito que tenham que ir para uma boa escola.

Até 6 anos a criança vivencia uma fase complexa nos aspectos intelectual, emocional, social e motor que para melhor desenvolver cada uma delas ela deve ser ricamente estimulada. Tanto em casa como na escola, pois acredito que um seja complemento do outro, a escola não pode fazer tudo sozinha é uma espécie de sociedade onde a família faz e a escola desenvolve e pode ter certeza que a escola terá dificuldades se você fizer alguém difícil e problemático. A família tem o papel inicial construção do ser, a escola desenvolver o ser e novamente a família vem dando continuidade e estimulo para o ser em construção.

A escola deve ser um lugar agradável, onde a criança tenha liberdade de aprender e brincar, um espaço que seja estimulante, educativo e seguro tanto na segurança física quanto na emocional com educadores qualificados para acompanhar a criança na fase de intensas descobertas fazendo uma base para o futuro.

Não coloquei a Gabriella na escola por acaso ou simplesmente para que eu descansasse meio período, tive uma boa proposta de emprego e unindo ao fato de Gabriella receber uma boa dose de informações, de ser esperta pra idade dela e ser filha única e não conviver com crianças na mesma fase que ela achei que a escola seria a única alternativa para que ela não ficasse alienada entre sky, dvd’s e computador. No final de 2006 visitei algumas escolas e de todas que visitei gostei apenas de uma o motivo de não ter gostado das outras foi o fato de muitas crianças numa sala só, professores sem qualificação, a falta de métodos e metodologias. Escolher uma escola não é nada fácil, pois eu buscava uma escola com métodos, metodologias, boa estrutura física, bons profissionais e que esses não fossem apenas professores e sim educadores.

Educadores que não tratem a individualidade como coletividade, numa sala com 16 crianças, existem 16 indivíduos cada um com uma historia de vida, com medos e anseios diferentes. Não da pra tratar a turma inteira por que o aluno “x” tem medo de piscina parece loucura, mas tem escola que trata como coletividade e simplesmente não acredito que seja assim que as coisas funcionem.

Encontrei uma escola que respondia ao que eu procurava para a minha filha, conheci a escola, mas só fechei a matricula quando levei a Gabi para conhecer também, afinal não adiantaria nada eu amar a escola e minha filha detestar profundamente, mas para a minha alegria ela também amou a escola. Na minha idade escolar eu sofria muito, pois só minha mãe gostava da escola, passei maior parte da minha idade escolar numa escola detestável e por conta disso eu e minha mãe tivemos muitos problemas no meu desenvolvimento intelectual e afetivo. Por isso acho muito importante levar a criança para conhecer a escola antes que a matricula seja efetuada.

Gabriella entrou na escola muito eufórica, com sede de aprender e eu com medo da adaptação afinal nunca tínhamos ficado longe uma da outra por mais de 3 horas mas para minha surpresa a adaptação dela foi sensacional mesmo que durante as atividades ela sempre perguntasse por mim o que é absolutamente normal afinal ela só tem a mim. Era inacreditável para as outras mães o fato da Gabi acordar às 05h30min da manhã, sem dar trabalho, tomar banho de lavar o cabelo e querer ir para a escola o mais rápido possível. Mas quando a escola estimula individualmente a criança é isso que acontece a criança gosta da escola, porque sabe que lá irá poder trabalhar com o que realmente gosta, aprendendo e brincando .Fazendo nascer laços de amor, amizade, carinho e respeito pelos seus coleguinhas e pelos educadores que são uma espécie de mediadores para que a relacionamento aconteça de forma simples e saudável.

Qual é a melhor escola pro meu filho?

• Cada ser é único, o primeiro passo para uma boa escola é escolher uma que não trate coletivamente os problemas individuais de cada aluno.

• Saber qual linha pedagógica a escola segue e qual é a ideal para o seu filho.

Existem 4 linhas pedagógicas usadas e várias maneiras de educar. (me corrijam se existirem mais de 4)

Clique Aqui e Conheça.

• Checar a qualificação dos profissionais.

• Checar o que a escola oferece de fato.

• Ver de perto os itens de segurança da escola.

• Alimentação. O que é oferecido no lanche se existe um profissional da área de nutrição responsável por isso.

• Se a escola oferece psicólogo e fonoaudiólogo para problemas eventuais.

• Esporte e Cultura. Se a escola estimula e dá condições para que esses dois fatores sejam desenvolvidos.

• Procurar junto ao Ministério da Educação o registro e a validade da escola.

• Localização da escola.

• Nunca fechar negocio antes da criança conhecer a escola. Não adianta os pais morrerem de amores pela a escola e a criança não se sentir bem.

• Dica importante: Ir à escola no horário de funcionamento, para saber a real funcionalidade dos setores. Ligar marcando horário a escola pode agir de má fé e “forjar” um organização irreal.

Escolher a melhor escola não é uma tarefa fácil mas pode ter certeza que escolher qualquer escola é muito simples e que o dano por uma escolha ruim é bem mais difícil do que fazer a escolha certa.

Boa Sorte!!!

Leia também :

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha