jan 272010
 

Sabe qual é o comentário mais “horrivi” que uma gorda pode ouvir?

“nossa você tem o rosto tão lindo”

E fica aquela reticência no ar como quem quer dizer: “e seu corpo é o maior bagaço”

#simatapoxa

Sou uma pessoa meio que despreocupada com isso, alias desestimulada afinal eu não tenho doença nenhuma que seja conseqüência da gordura, não sofro de falta de homem por causa da gordura, não tenho dificuldade em me locomover por causa da gordura, (se em algum momento demonstro leseira que parece ser dificuldade na verdade é preguiça) a minha dificuldade é só pra roupa mesmo, aliás, nem tanto porque tem duas lojas que cobrem minha bunda muito bem: KariBiju e Via Roma. Na verdade eu tenho mais problemas com os pés do que com roupa, (calço só 40/41 oi? Sou frustrada por isso e já pensei em criar uma cirurgia revolucionaria pra redução de pé! Oi? Miacabo com essas idéias.) Não tenho problemas em fazer amigos porque tem gordo que é depre demais, cria uma barreira e diz que não tem amigos porque é gordo, diz que não tem emprego porque é gordo, eu nunca deixei que isso acontecesse comigo. Existem pessoas preconceituosas sim que se limitam a definir as outras pela aparência, entre bonito e feio, gordo e magro, mas eu sou bem pratica porque gente que pensa assim não soma na minha vida então logo eu subtraio.

Hoje fui obrigada a subir numa balança e sabécuméquiéné? Pra todo gordo por mais bem resolvido que ele seja subir numa balança é uma experiência “traumática” se for numa farmácia se forma uma roda querendo saber quanto o gordo pesa, se é num consultório medico o medico faz carão e começa a dizer coisas que o gordo ta careca de saber.

Não estou fazendo apologia a comidas calóricas (não sou de comer exageradamente, sou de comer coisas erradas por exemplo: Muito pão.) porque tenho consciência de que se não tenho problema algum HOJE, mas o meu futuro pode esta comprometido e preciso de estimulo para emagrecer antes que o futuro comprometido se aproxime o problema é que eu não preciso de sermão de um medico que eu nem conheço e que ele nem me conhece. Sou bocuda mesmo afinal quem fala o que quer ouve o que não quer, fui com a resposta na ponta da língua:

– Obrigada pela preocupação, mas o Sr. não é meu medico e quem sabe se posso ou não me submeter a uma cirurgia de redução de estomago é o meu medico, o mesmo que sabe que tenho problema de tireóide.

Ele fez cara branca e eu sai #miacabando de rir porém pensando numa dieta revolucionaria porque eu quero passar muitos anos ao lado da minha filha essa é a minha maior e única preocupação.

por fefe que tem uma alma magra e um corpo gordo.

Leia também :

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha