jan 272010
 

Quando eu era pequena e brincava de casinha eu só lembro que era mãe de menina, quando entrei na fase de escolher os nomes para os filhos que um dia eu teria, eu só lembro de escolher nomes para meninas e quando as minhas amigas perguntavam: “E se for menino?”

Eu respondia abruptamente: “ah! sei lá.”

Aí eu cresci, não casei e engravidei e só imaginava que seria mãe de uma menina, raramente pensava que seria mãe de um menino, não que eu não fosse gostar, mas a principio eu não me sentia bem com essa idéia porque pra mim é tão mais fácil me colocar no lugar de uma menina, de entender o universo de uma menina que ter um menino me deixaria hormonalmente perturbada no começo. A minha irmã acreditava tanto que eu teria um menino que quase todos os presentes que ela me deu durante a gravidez tinha cara de menino. Eu sonhava com menina e mesmo sonhando ser mãe de uma menina, eu não via rosa em tudo, muito menos frufru’s, eu pensava que jamais me entregaria a tantas frescuras. Aos quatro meses fiz uma USG e la estava a minha menininha, eu quase não acreditei, pedi pro medico ver umas mil vezes pra não ter erro.

E quando a minha filha nasceu me joguei com tanta força no universo cor de rosa, nas frescurinhas, nos lacinhos, nos babadinhos e só confirmei que nasci pra ser mãe de menina.

Lembro que eu sonhava com minha filha exatamente como ela é, sonhei até com o nome da minha filha e é por isso que ela se chama Gabriella, mas ficava pensando: “isso é uma pegadinha do meu psicológico”

Por mim eu teria pelo menos mais 3 meninas. Eu nasci pra ser mãe de menina mesmo, pra ter inúmeras calcinhas no meu varal, pra colocar babados e lacinhos nas roupas, pra passar horas e horas com minha filha escolhendo roupa antes de sair, pra ir ao salão com a minha menina e ficar fofocando enquanto pintam nossas unhas e escovam nossos cabelos, além de ser uma fofa, delicada e perua ela é super moleca, as vezes mais do que um menino. Ó mas se um dia eu tiver um menino ele não será menos amado por isso ele só vai ter que aprender a não destruir os laços da irmã rárá. Mas por favor Jesus na próxima barrigada quebra mais essa arvore e manda mais uma menina pra mim ta bom?

Leia também :

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha