Existe um tipo de homem que só namora uma mãe solteira por dois motivos: por achar que vai ter sexo fácil e por achar que o sexo será fácil, eu fico indignada com esse tipo de comportamento, depois que me tornei mãe, só tive um namorado e esse namorado fazia parte da lista de ex-namorados, ao todo nosso relacionamento durou 8 anos, mas nosso ultimo namoro durou 1 ano e ele fez parte dos momentos mais importantes da nossa vida e principalmente da vida da pequena, ele viu ela dando os primeiros passos, a primeira alimentação, ele colocava ela pra dormir, brincava horas com ela enquanto eu fazia os trabalhos da faculdade e o mais importante sempre aceitou muito bem os limites e as restrições de ser o namorado da mamãe. Minha filha nunca teve convivência com o pai biológico e isso o tio-namorado-legal-da-mamãe tirava de letra, pois sempre ensinei a ela que aquele era o tio-namorado-legal-da-mamãe e não papai, porque namoros são inconstantes já a relação maternidade, paternidade é para SEMPRE por mais que em algumas situações seja rejeitada a relação paterna.

Relacionar-se com uma mãe solteira é reconhecer os limites, é entender que hoje não dá, hoje não posso, amanhã talvez, você é importante, mas não é o mais importante na minha vida. MINHA filha sempre será PRIORIDADE em qualquer tipo de relacionamento e existem homens que não entendem isso e se não entendem é porque não me querem por amor e eu sinceramente prefiro morrer solteira do que bater cabeça com alguém imaturo que quer ser o centro da atenções o tempo inteiro.

Ser mãe já se cria inúmeras restrições imagine uma mãe solteira que não tem com quem deixar o filhote, que não tem auxilio de ninguém e que sempre vive exausta, esgotada.

A mãe solteira quer alguém que a respeite e que acima de tudo respeite o filho, respeite os momentos mãe e filho e que de maneira alguma tente barrar suas restrições, quer alguém que não fique com raiva porque no horário combinado pra saírem os dois juntos ela ligue desmarcando porque seu bebe começou a vomitar e terá que ir correndo pra um hospital, que entenda as vezes que no meio da rua ou que num almoço na casa da família DELE seu filho comece a chorar, se jogar no chão porque você disse não, que vá junto com você e o filhote ao cinema assistir desenho, ao parque ambiental ver os bichinhos e se divertir absurdamente fazendo coisas de criança, que não se aborreça quando vocês quiserem ficar juntinhos abraçados e o filhote insistir em separá-los por causa do ciúme absurdo que o bb tem da mamãe. Namorar uma mãe solteira é ter respeito, cumplicidade, capacidade de amar, respeitar, criar laços sinceros de amor e amizade.

Leia também :

  • “Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é” Há dia ...

  • eu tinha feito um post suuuuuuuuper bonitinho mas o o b ...

  • Quando digo algo não tenho a intenção de julgar ninguém, ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha