Por isso que a Lu Brasil diz e eu também digo: “chato é seu filho, o meu tá só com sono”

Filho dos outros é algo difícil de aturar, pra mim filho é que nem peido você só aguenta o seu, mas tem gente que não aguenta o próprio peido ops digo o próprio filho e fica empurrando para os outros.

As vezes (duas vezes) uma amiguinha da minha filha veio dormir na minha casa, a primeira vez foi super tranqüilo eu rebolei e contornei as situações difíceis mas a segunda vez foi algo bem complicado porque aí você começa a perceber que a criança tem uma educação diferente da que eu recebi e da educação que dou pra minha filha. A menina tem tudo que eu abomino em crianças/adolescentes/adultos/enfim… em gente. Ela fala de boca cheia, grita com a minha filha, se emburra por qualquer coisa, diz que o outro está mentindo quando na verdade é ela que não quer dizer a verdade.

Ela e minha filha são amigas desde bebezinhas, mas como estudam em escolas  diferentes, freqüentam ambientes diferentes o jeito de cada uma acaba se tornando muito diferente do que já foi um dia.

É que eu penso assim, que os filhos devem ser educados e se comportarem bem e com educação em qualquer lugar, com ou sem os seus pais. Na verdade eu prefiro que as crianças se comportem educadamente na ausência de seus pais porque isso demonstra a educação dada a eles.

Se você é desprendida e deixa seu filho dormir na casa dos coleguinhas, antes de mais nada eduque o seu pimpolho porque costume de casa vai a praça.

Ter paciência com o filho dos outros é uma arte….

Então é como nós falamos: Chato é o TEU filho. a minha só ta com sono.

Leia também :

  • É perto do dia dos pais que uma mãe solteira mais sofre, ...

  • Hoje a Heloiza Ribeiro, falou com maestria algo que pens ...

  • Você sabe  o que seu filho faz  online? Você ensina s ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  One Response to “Os filhos dos outros.”

  1. Oi Fernanda!
    Nota 10 esse seu post! É por ai mesmo. Eu costumo dizer que o maior problema da criança, são os pais dela. Pq veja bem, criança nasce com o hábito de dormir com o soninho (aquele boneco de pano)? Hábitos e maus hábitos são inseridos ou não tirados pelos pais. Aí complica conviver com as crianças alheias mesmo. Costumo falar pra Luana que da mesma forma que amiguinhos inconvenientes não voltam aqui em casa, que os pais dos amigos dela falaram o mesmo sobre o comportamento dela. Na porta da casa dos amigos sempre digo: comporte-se como se sua mãe estivesse olhando, e principalmente, comporte-se bem se vc quiser voltar! Tem dado certo. Beijos

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha