O Estado do Acre depois de décadas de abandono ao tentar integrar-se com o restante do país começou a desenvolver problemas causados pelo fuso horário, eram identificados transtornos nas transações comerciais, nos horários dos vôos, no atendimento bancário e na programação da TV, situações principalmente agravadas durante a vigência do horário de verão.

O Estado do Acre fazia parte do quarto fuso ficando a duas horas de diferença do horário de Brasília; As transações comerciais sofriam com a diferença do fuso, pois o restante do país inicia e encerra suas operações comerciais duas horas antes do que o Estado do Acre naquela época.

Nas viagens aéreas a população sofria com a diferença de três horas no horário de verão, pois a mudança de fusos horários altera o ritmo circadiano, o nosso relógio biológico, produzindo sintomas como insônia, sonolência diurna, indigestão, irritabilidade e dificuldade de concentração;

O Atendimento bancário com a diferença do fuso horário era obrigado a antecipar seu início e encerramento, prejudicando a população que precisa se deslocar do seu local de trabalho durante o seu expediente, e ainda as empresas que eram obrigadas a depositar seus movimentos financeiros no dia útil seguinte;

A programação de TV, por ser exibida duas horas a menos do horário de Brasília não cumpria a determinação da Lei para a segmentação dos programas com relação à faixa etária. Programas impróprios eram apresentados às crianças e adolescentes antes das 22 horas;

Problemas de outras naturezas eram identificados, como exemplo a realização de concursos públicos, durante o horário de verão, em que o horário de início deve obedecer ao horário de Brasília. Se o concurso iniciava em Brasília às 8 horas da manhã, o início no Acre deveria ser às 5 horas da manhã. Isso acarretava um grande transtorno para os candidatos com relação à condução até o local de prova e ainda a falta de atenção na determinação desse horário, causava um alto índice de candidatos faltantes.

 

Por que o Estado do Acre foi incluído no quarto fuso horário no Brasil?

 

No Brasil, os motivos para a adoção do sistema de fusos está no parecer da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, de 6 de setembro de 1911, ao recomendar “ser de alta conveniência o estabelecimento da hora legal, visto que ao lado da hora do Rio, usada nas estações telegráficas da União, encontram-se horas locais as mais variadas e arbitrarias, o que, evidentemente, prejudica as relações comerciais, já dificultando o estabelecimento seguro do trafego mutuo nas estradas de ferro, já impedindo a comparação das datas e horas dos despachos telegráficos e a solução das transações mercantis, dependentes de contatos que envolvem questões de tempo”.

 

A Lei Nº 2.784 de 18 de Junho de 1913 decretou que o território da republica fica dividido, no que diz respeito à hora legal, em quatro fusos distintos:
– O primeiro fuso, caracterizado pela hora de Greenwich “menos duas horas”, compreende o arquipélago Fernando de Noronha e a ilha Trindade;
– O segundo fuso, caracterizado pela hora de Greenwich “menos três horas”, compreende todo o litoral do Brasil e os Estados interiores (menos Matogrosso e Amazonas), bem como parte do Estado do Pará delimitada por uma linha que, partindo do monte Crevaux, na fronteira com a Guyana Francesa, vá seguindo pelo álveo do rio Pecuary até o Javary, pelo álveo deste até o Amazonas e ao sul pelo leito do Xingú até entrar no estado de Matogrosso;

– O terceiro fuso, caracterizado pela hora de Greenwich “menos quatro horas”, compreenderá o Estado do Pará a W da linha precedente, o Estado de Matogrosso e a parte do Amazonas que fica a E de uma linha (círculo Maximo) que partindo de Tabatinga, vá a Porto Acre; (incluídas essas duas localidades no terceiro fuso);

– O quarto fuso, caracterizado pela hora de Greenwich “menos cinco horas”, compreenderá o território do Acre e os cedidos recentemente pela Bolívia, assim com a área a W da linha precedentemente descrita.

 

Solução:

A solução para todos esses transtornos foi a mudança no fuso horário do Estado do Acre, do quarto fuso para o terceiro. Aprovada através do Projeto de Lei nº 305, de 2006, do senador Tião Viana.

Essa aprovação permitiu  uma maior integração do Acre com o sistema financeiro do resto do país, facilitou as comunicações e o transporte aéreo, além de tornar o horário de funcionamento dos bancos mais acessíveis, e resultou também numa participação mais efetiva do Acre e de parte do Amazonas na vida econômica, política e cultural dos centros mais desenvolvidos. Do ponto de vista energético, há indícios de que essas alterações no fuso acarretaram também, economia de energia no sistema isolado do Acre, diminuindo despesas com a conta de consumo de combustíveis, financiada por todos os consumidores do país.

 

 

O Acre depois de integrado com o restante do mundo, depois de toda adaptação pessoal e comercial no dia 31 de Outubro além de votar para escolher o Presidente do Brasil o Acre  passará por um referendo. Onde vamos escolher se voltaremos ao horário antigo ou se queremos permanecer no horário atual.

Eu voto 55. Sou a favor do horário atual, da integração, do crescimento e desenvolvimento do meu Estado por isso acredito que a volta do horário antigo é um retrocesso.

O Altino Machado está no blog dele convidando a população para participar nesta quarta-feira (27), a partir das 19 horas, na Biblioteca da Floresta, debate sobre o referendo que definirá a hora legal do Acre.

É importante que a população esteja segura na hora de votar, é importante que a população tenha consciência de quanto o Acre cresceu depois da mudança de horário e é importante mantermos a chance do crescimento e da integração do nosso Estado, votando 55.

O referendo não é  político ou partido é muito mais do que isso!! Esqueçamos política e partidos e escolhamos o ideal para que o nosso Estado continue integrado, crescendo e se desenvolvendo.

Vote 55!!

Leia também :

  • Geograficamente falando... Domingo e eu consegui dormir ...

  • Feriadão e com filha cricri em casa eu sinceramente não ...

  • Ai meu pai!! Criança gritando, criança teimando, criança ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  5 Responses to “Quem escolhe somos nós.(Referendo Dia 31 de Outubro)”

  1. Prezada, segundo suas afirmações:
    “Essa aprovação permitiu  uma maior integração do Acre com o sistema financeiro do resto do país”: não existe nenhuma prova disso. Os banco continuam a funcionar poucas horas por dia – como era no horário antigo. Além disso, atualmente é quase irrelevante a agência estar aberta. Quase tudo se faz nos caixas de autoatendimento. Contas e faturas comerciais podem ser pagas até 8h da noite. Não precisa as agências de outras regiões estarem abertas…
    “facilitou as comunicações”: para quem tem familiares em outros estado é verdade, mas para a massa de acreanos que vive por aqui, isso é irrelevante. Além disso, poucas pessoas usam telefones para fazer interurbanos…custa o olho da cara. Usa-se muito a internet, mesmo entre as classes populares. É de graça…
    “e o transporte aéreo”: uma inverdade pois não aumentou o número de voos entre o Acre e o restante do país pois isso depende do contexto econômico. Na prática, a volta ao horário antigo vai fazer com que horários de voos na alta madrugada se aproximem da meia noite – bem mais cômodo para todos. Voos que parte as 1:30 da manhã – caso da TAM – irão partir as 00:30h. Melhor, você não concorda?
    “além de tornar o horário de funcionamento dos bancos mais acessíveis”: como disse, a quantidade de horas que as agencias permanecem abertas é a mesma. Cada vez menos pessoas precisam ficar em filas de caixas…existem centenas de terminais de auto atendimento onde se quase tudo: saque, depósito, pagamento, requisição de talão de cheques…uma falácia esse argumento de integração bancária…
    “e resultou também numa participação mais efetiva do Acre e de parte do Amazonas na vida econômica, política e cultural dos centros mais desenvolvidos.”: de que forma? Artistas acreanos e vice versa, com a mudança da hora, passaram a frequentar uma e outra região com mais frequência? Agora a gente pode assisitr a TV camara e TV senado com apenas 1h de diferença? A mudança do horário provocou melhorias economicas no Acre? Não fale, mostre números reais para comprovar isso…
    “Do ponto de vista energético, há indícios de que essas alterações no fuso acarretaram também, economia de energia no sistema isolado do Acre, diminuindo despesas com a conta de consumo de combustíveis, financiada por todos os consumidores do país.”: uma mentira que você repete sem saber. Lembra que na década de 80 a gente tinha horário de verão no Acre, no norte e nordeste? Pois é, depois de 3-4 anos essas regiões, incluindo o Acre, deixaram de adotar horário de verão porque não foi verificado nenhuma economia energética. E até hoje tem sido assim. Então, como vivemos – com esse novo horário – em eterno horário de verão, é óbvio que NÃO HÁ SEQUER INDÍCIOS OU INDICATIVOS DE ECONOMIA DE ENERGIA. Você pode indicar em qual estatística ou documento existe tal dado?
    Bom trabalho e seja esperta. Vote 77 para o bem da maioria da população do Acre.

  2. E parabéns pelo sucesso no emagrecimento. Eu vivo o drama de ganhar peso ano a ano. Já estou beirando os 100 kg.

  3. Engraçado como os argumentos dos que defedem o 55 são poucos e são os mesmos: integração com o restante do país, integração comercial, facilitação nas transações bancárias e etc…nada disso se comprova…não tem nada a ver mesmo uma coisa com a outra…e ainda diz que voltar ao horário antigo é retrocesso…pelo amor de Deus, coloquemos nossas cabeças para raciocinar…1 hora a menos de sono faz muita falta, porque, não venha me dizer para dormir mais cedo, que ao acordar fica tudo bem, meu organismo simplesmente rejeita esta idéia e, pela manhã, acordo com a sensação sono pela metade…
    Que Deus abençoes os acreanos para votarem no 77…quero minha uma hora de sono de volta…

  4. Fer,
    Estou super Feliz, ontem fui ao médico e com 1 mes e praticamente 3 dias eu eliminei quase 10 kilos faltaram algumas gramas, mas fiquei super feliz, agora é ir pra proxima etapa…ele me pediu mais um mes de dieta liquida aff, nao aguento mais. Beijos e obrigada pelo apoio.

  5. Veja como sua argumentação aqui gera contradição: “Nas viagens aéreas a população sofria com a diferença de três horas no horário de verão, pois a mudança de fusos horários altera o ritmo circadiano, o nosso relógio biológico, produzindo sintomas como insônia, sonolência diurna, indigestão, irritabilidade e dificuldade de concentração;”. Você entendeu? É por causa de tudo isso que você falou que não podemos mudar o horário do Acre. Só falta agora em nome da integração econômica mundial ou seja lá o que for, mudar o fuso horário do Japão?

Leave a Reply to Livia Meireles Cancel reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha