Ta claro que a mãe desorientada em questão é eu, mas o que quero contar aqui é que as tarefas escolares da Gabriella estão super “mudernas” é cada coisa que eu me sinto como se tivesse graduado no Mobral. Eu sou velha e o pouco que prestei atenção nas aulas eu já esqueci aí a menina chega da escola cheia de novidades e eu faço aquela cara de: “puta que pariu e agora?”

Confesso que já estou passando vergonha e vai chegar o dia que a Gabriella vai dizer: “Olha minha mãe não sabe me orientar com relação a esta atividade, da zero pra ela fessora”

Tudo bem que a escola oferece reforço e que eu poderia mandá-la para o reforço e e me livrar desse pepino de uma vez por todas mas é que mesmo com toda estresse eu gosto daquele momento de sentar e fazer a tarefa, as vezes ela chora, as vezes a gente sorri, as vezes ela quer desistir mas no final tudo da certo. (da-lhe petecao. Piada interna regional, legitima acreana do pé rachado)

Mas hoje foi demais para os meus dois neurônios, eles entraram em sofrimento fetal porque quem me conhece sabe que dirijo até bem tirando o fato de ontem ter dado uma ré e batido no poste eu dirijo bem e não ri to falando a verdade: que eu dirijo bem e que eu bati no poste. Mas o que eu quero dizer é que nome de rua não me pergunte, já até tive que me fazer de turista para um turista porque ele me perguntou onde ficava a rua não sei o que lá e eu fiz cara de paisagem e pra não ficar acreanamente feio eu falei: olha eu também não sou daqui, estamos no mesmo barco. E segui caminhando e cantando e seguindo a canção. Deu certo! Mas na tarefa escolar de ontem da Gabriella não deu certo viu! A tarefa era assim: “Converse com o seu professor (oi? Sou a mãe, senti que esse pepino já foi repassado) sobre as ruas como nome de pessoas e observe no seu trajeto da escola para casa, quantas ruas com nome de pessoas você passa e diga o que essas pessoa faziam” era algo mais ou menos assim aí obEEEVEEEEOOO que fiz aquela cara de “putaqueopareo2x” e chamei minha mãe, chamei MERRMO não vou mentir.

Ai aprendi que tem: Quintino Bocaiúva, Milton Matos, Bartolomeu Dias e outro cara lá. Ah! Gente não dava pra ter nome de fruta? Era tão mais fácil! Aí eu joguei no Google o nome desses caratudo aí e o que não apareceu no Google que foi Milton Matos não merece falar comigo nem com meu anjo porque se o cara não ta no Google ele não merece ter uma rua com o seu nome. [penso eu]

Mas to me sentindo desorientada, quem não se sente assim que atire a primeira pedra, fazer tarefa escolar antigamente era super “façiu” deve ser por isso que to precisando de uma vaga na sala da minha filha, pra mim claro porque se a coisa continuar “difiçiu” assim eu vou ter que voltar a estudar e olha nessas horas eu lembro de todas as vezes que minha mãe apontou o dedo na minha pokerface e disse: Essstuda menina!!!! Sai desse computador e vai estudar menina.

Mesmo desorientada fico até feliz porque sei que onde minha filha estuda ela vai poder ensinar os filhos dela a fazerem a tarefa sem desorientação.

 

Ass, aquela que assinou um atestado de burrice.

 

 

se tem erro de português da um desconto ta? porque é de madrugada e corrigir texto é para os fortes mas ja aviso alguns sao propositais para dar um certo charme e valor ao mobral que eu estudei.

Leia também :

  • Quando eu era pequena e brincava de casinha eu só lembro ...

  • Gabriella olha uma foto minha um pouco mais antiga logo ...

  • Sou uma pessoa que é contra celular para crianças Gabrie ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  8 Responses to “Tarefa escolar x mãe desorientada.”

  1. Hahaha
    eis que surje algum mais adentro na madruga “mim!”
    são duas e cinco aqui na terra da garoa, garoa o caralho, aqui ´chuva mesmo e emuta enchente..rs
    Ok, perdoo os seus erros e perdoe meu sono….haha
    Estava indo dormir e vc tuitou tive que ler, estava baixando “Tulipa ruiz” caso não conheça, #fikadik.

    Vou te confessar uma coisa.
    Ah dias vem me martelando na cabeça a idéia de ser mãe, SEMPRE QUIS, quando menina achava que eu prestes a fazer vinte e cinco, já teria um filho nessa idade, pois bem o cara lá de cima não me concedeu o bem ainda.
    No caranaval fui pra praia, e bela tomando sol, fiquei me perguntando: -Poxa quando eu serei mãe? , já tenho uma sobrinha de 10 anos, ao menos namoro a dois…haha
    e hj mesmo comentei com minha família, que quero ser mãe…to me cobrando isso.
    To fudida, sem trampo sem grana sem merda nenhuma, mas eu adoraria ser mãe “hoje”
    Daí leio todos os seus posts (posso até não comentar, mas leio) e essa vontade cresce ainda mais, de verdade, não canso de dizer que gosto muito de acompanhar vc, Gabi e o respectivo..kk
    enfim…deixa eu dormir, bom, essa semana já era pra eu ter menstruado, quem sabe né?..kk
    bjos

  2. kkkkkkkkkk! Me senti saída do Mobral tbm, Fernanda. total solidariedade a vc e ja vou me preparar e votlar a estudar pra quando vierem essas tarefas difíceis pro Yuri. Por que por enquanto é sódesenho, escrever o nome…. Heheheheheh!

    Super beijos, colega do mobral!

  3. é, também vejo que o ensino se modernizou. Tenho um menino de 11 anos e por favor, as tarefas de matemática (sou craque) me deixam de cabelo em pé. É tudo diferente, Senhor Jesus.

  4. Dia desses comentei isso no facebook, tem dias q não consigo mais acompanhar a tarefa da Isa, na hora de fazer a tarefa pego o dicionário, google tudo..kkkk..tem dias q ela diz, mãe a senhora não sabe? Com uma voz de reprovação sabe, q eu minto e falo..claro q sei né ? kkkk
    Ai mana acabamos de sair do mobral..kkk
    bj

  5. Ai, não me fale em tarefa escolar e mãe desorientada!!! O caso aqui é o da preguiça mesmo que vou ter que dar um jeito de driblar! Como? Sei não, mas preciso achar… Sofia anda numa fase apática, que não quer aprender… isso tá me desorientando!!!
    Sobre essa tarefa aí especificamente… se eu tiver uma dessas pra Sofia, tô ferrada! Entre a escola e nossa casa não tem rua nenhuma! hahahahaha
    Bjks

  6. Fê minha linda,se isso te consola, se naão fosse a distância Recife – Acre ,eu diria que estudamos na mesma sala então. kkkkkkkkkkkkkkk
    Minha filha está no 6º ano( antiga 5ª série) e eu tô me ferraaaaaaaaandooooo pra fazer as atividades com ela.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Vc não está só nesse barco minha linda … “tamo junto” !
    Bjs

  7. A minha vantagem é que sou professora e mãe, mas confesso que às vezes minhas irmãs chegam e me pedem ajuda com umas tarefas super diferentes das que eu já ví. Mas esse momento em que os filhos trazem coisas novas pra dentro de casa é importante falar pra eles o seguinte: “Ao mesmo tempo em que lhe ensino muitas coisas, vc também me ensina a cada dia”, pra reforçar essa idéia do quanto são importantes em vários aspectos da nossa vida, e o quanto contribuem pra que agente aprenda coisas novas.

    Bjuuuuu Fer!

  8. Tb estou no time da Suellen, sou professora! Mas mesmo assim ficamos surpresas com umas novidades! Concordo com ela o que ‘e mais v’alido ‘e sempre falar para os filhos a verdade, essa eu n~ao sei vamos aprender, investigar, juntos! Um beij~ao para todas.
    Bj Fer!

Leave a Reply to Suellen Cancel reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha