Sabe aquele dia que você acorda e sabe que tem algo estranho… aí rola aquele pressentimento de alguém vai morrer, de que você vai morrer, de o mundo vai acabar de que algo ruim vai acontecer mas eu decidi continuar seguindo meu dia tranquilamente e mais que pra quebrar o gelo  resolvi ir ao shopping, dar uma volta, comprar umas coisinhas pra ficar mais animadinha mas aí no caminho pro shopping meu carro simplesmente parou de funcionar. Mas ao invés de xingar o mundo eu respirei fundo xingando internamente, mas quando olhei pelo retrovisor minha filha já apavorada e querendo chorar. Descemos do carro e ela começou: “E agora? O carro vai ficar aqui? Como nós vamos pra casa?” e mais um milhão de perguntas sem dar uma pausa nem pegar um ar.

Claro que a primeira opção é ligar pra alguém, eu tentei, mas a TIM não completava uma chamada, acho que a única fronteira que a TIM faz é com o inferno porque sempre que preciso ela NUNCA funciona.

Tá eu fiquei lá na baixa da égua pensando no que fazer, então comecei a andar e a primeira meta era chegar em casa né… Já que não conseguia completar nenhuma ligação fiquei na esperança de encontrar um ponto de taxi ou um taxi passando… ou até mesmo que caísse um do céu mas nada, agora pensando bem ainda bem que não caiu porque se tivesse caído com certeza teria caído na minha cabeça.. Enquanto isso fui tentando fazer ligações até que consegui fazer uma pra minha querida irmã, sabe o que ela disse: Pega um taxi. Eu só não respondi pra que ela pegasse um taxi e que fosse pra puta que pariu porque eu não tava querendo gastar meu vocabulário especial naquele momento. Então fiz a Dory e continuei a nadar ops a andar… E andei…andei… andei.. por aproximadamente 1h 40 min. Impressionante como nesse tempo minha filha sentiu vontade de fazer, xixi, coco, de sentar, de deitar, de pintar o arco Iris de energia pra deixar o mundo cheio de alegria…

Eu pedi pra Deus, pra são longuinho, pro moço do esquina, pro céu, pro mar um taxi e não passou NENHUM!!!!!!!!!! E a TIM? Sem sinal.

É impressionante todo final de ano meu carro pifa, ano retrasado tive insolação… pelo menos hoje não tava sol. E o carro?? Ta lá… talvez eu volte lá pra pegar um sapato que ficou lá dentro… Porque sou dessas que guarda rancor….

PS.

Vida de pedestre no Acre não é fácil. Do Conj. Manoel Julião até o bairro do bosque o que menos se encontra é uma calçada digna pra andar, então nessa caminhada esburacada e sem dignidade de mais ou menos 1h e 40min eu devo ter perdido umas 450 calorias…é a única parte digna do dia de hoje.

Leia também :

  • Adoro aplicativos que facilitam a vida, o TemTaxiAqui? ( ...

  • Para tudo. Cheguei ainda pouco da emergencia. Quando f ...

  • Eu sempre duvidei que existisse inferno astral, mas cheg ...

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  2 Responses to “Fernandices e cretinices do meu dia a dia.”

  1. To com a impressao de que foi por isso que caim matou abel kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Ninguém merece uma situação dessas,ainda mais quando estamos com nossos filhos,eles fazem a coisa ficar pior rsrsrsrsrs

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha