escrever

Desde que recebi o diagnostico de câncer de tireóide minha vida ficou um pouco bagunçada e depois da cirurgia então bagunçada é pouco pro que ela ficou e desde então ando tentando me acertar, tem sido bem difícil. Tenho uma nova vida, com novas necessidades porque por mais que eu tente ser positiva e aquele blábláblá todo eu sei perfeitamente que não sou mais a mesma Fernanda de antes da cirurgia e não adianta ninguém falar: ah! Isso vai passar. Porque sei que não vai passar de jeito nenhum eu vou apenas me adaptar a nova condição simples assim.
Às vezes perco o sono a noite pensando nos 50 kilos que eu perdi, nos 8 kilometros que eu conseguia correr, nos meus cabelos bem bonitos, nos planos que eu fazia, na minha pele que gritava vida, na minha disposição, no meu sorriso (ai que saudade dele) e ate mesmo da minha voz porque nem essa é mais a mesma (hoje to parecendo uma pata rouca). Passei um ano trabalhando a reeducação alimentar, resgatando minha auto-estima que os 140 kilos tinham engolido.
Confesso que eu me sentia muito mais viva e feliz antes de tudo isso e sei que reclamar não adianta muito mas as vezes escrever pra esquecer ajuda.

Leia também :

Fernanda Ramalho

Mãe, Publicitaria, Acreana do pé rachado, Louca por fotografia, Mulher, Completa, especialista em limpar vomito e bumbum de nenem. Também sou ponto de referência. Sim "logo ali depois daquela gordinha" mas isso vai mudar coloquei o balão intragastrico dia 8 de Junho e em 7 meses eliminei 39 kilos mas ainda não atingi minha meta portanto continuo em pleno processo de emagrecimento e ainda no ano de 2011 irei para o segundo balão intragastrico.

  7 Responses to “escrever para esquecer”

  1. Fica assim não! Vc vai se curar e tdo vai melhorar!! Bjos

  2. Força garota, se escrever ajuda, escreva, se chorar ajuda, chore…. mas não se esqueça que se lutar vencerá…então LUTE MUITO…. bjks Silvinha

  3. Seria exigir demais que vc não desabafasse, reclamasse, se chateasse…. isso não pode virar é uma cosntância pq aí não aguenta MESMO!!!!
    Como vc falou: ADAPTAÇÃO, será sua palavra para este ano e tenho certeza q vc irá conseguir pois tem ótimas motivações: VC e uma FILHA linda!!!
    bjs carinhosos
    Ly

  4. Oi Fernanda, lembra que te mandei um email pois é mandei-o justamente pq aquele foi meu desabafo após 2 anos da minha cirurgia, com ele consegui desabafar e olha q nem nos conhecemos mas seu blog é tão legal q me senti a vontade para tal coisa que resolvi escrever e me senti super aliviada. Afinal também sinto que as coisas aliviam depois que escrevo, por isso escrevo sempre principalmente qdo estou chateada, depois qdo leio as coisas sempre parecem menores do que as imaginei. E digo mais minha palavra é SUPERAÇÃO! É com ela que me deparo tdos os dias tendo q superar as adversidades após a cirurgia e mesmo assim tendo coragem de continuar lutando 😉 sei q vc tbm vai conseguir superar e adaptar-se. difícil é, não vou mentir mas com força de vontade se chega lá. Seu blog me ajudou e muito em um momento difícil. Desejo-te muita força para que continue assim, superando-se sempre, dando alegria as suas leitoras e compartilhando suas vitórias. Sei o quanto é difícil se deparar com a nova vida após a cirurgia, sofri mto com essa adaptação tive q abrir mão de sonhos, carreira mas a vida nos ensina a SUPERAR todos esses percalços. O apoio é fundamental em tdas as etapas sempre agradeço a Deus, minha família e meu namorado q em nenhum momento me abandonaram. Os cabelos, a pele, o peso, a energia, a exposição ao sol tdo isso foram fatores que me abalaram e muito mas sempre penso q tem algo de muito importante para acontecer em minha vida e no seu caso esse algo já existe: Gabi!
    Viva por ela, sinta coragem por ela, pense que cada etapa será superada por vcs! Bjo 😉
    *escreva e lute sempre, sucesso!

  5. Fê de todo o coração estou torcendo por vc. Beijão

  6. Fernanda,

    Tudo bem?
    Vim parar no seu site por um acaso, estava procurando a letra do O RAPPA “Brindo a casa, brindo a vida…”.
    Bom, o que me chamou atenção foi que no google mostrava exatamente esse seu post sobre o câncer e eu tive que parar um pouco de fazer o que estava fazendo para escrever para você.
    Também tive câncer de tireóide e graças a Deus eu fui diagnosticada no começo. A gente fica bem “atordoada” mesmo, algumas coisas mudam durante o processo de tratamento, mas depois fica tudo normal, minha vida é exatamente a mesma que eu levava antes. Eu sempre fui atleta, inclusive competi profissionalmente e depois de uns meses eu voltei a minha vida, competi, continuo dando aula normal (sou personal trainer), etc..
    Então fica tranquila. A palavra “câncer” assusta mesmo, mas esse o de tireóide é o mais tranquilo perto de outros vários que tem por aí.
    Espero que se recupere logo e lembre-se sempre de duas coisas: 1 – Confie em Deus. 2 – Seja mais positiva, pois isso ajuda MUITO!

    Um abraço,

  7. Você já é uma lutadora, corajosa e cheia de força, mantenha isso agora garota, olhe para o seu passado suas conquistas e tenha fé que virá muito mais, elas não foram em vão.Você é um ótimo exemplo para nós.

    Nattalia

 Leave a Reply

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

   
© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha