“O que é?
Você a achou feia? Olhe bem nesta foto, olhe bem o rosto desta menina… Você está vendo este sorriso? Consegue imaginar o quanto ela deve sofrer por não se encaixar nos padrões “perfeitos” que a sociedade ignorante aceita? Mas você consegue, também, imaginar o quanto ela é feliz por saber que alguém a ama, do jeito que ela é? Olhe bem para este sorriso. Olhe bem para esta foto. Este momento. Agora pense um pouco… Você vive no seu mundinho, tentando, de certo modo, criar a perfeição. Tentando ser aceitável, tentando se adequar ao que os outros julgam correto, e muitas vezes é infeliz. Então, por favor, pare de julgar tanto as outras pessoas. Pare pra pensar que, mesmo com todas as características – que na sua mente são defeitos – dela, ela pode, sim, ser muito mais feliz que você. Existem pessoas que a amam. Deus a ama. E assim como você, aos olhos Dele, é a pessoa mais bonita deste mundo, ela também é. Respeite-a. Aceite-a. Afinal, nunca se sabe como você é visto por nossa estupida sociedade.”

 

 

Ontem passeando pelo facebook encontrei o texto e a foto, achei incrivel! uma das verdades mais incriveis que já vi e que já li. Desconheço o autor mas desde já parabenizo e claro as pessoas da foto, por esse doce choque de realidade, onde a gente precisa viver mais e se preocupar menos.

 

A gente escolhe um caminho, faz planos, idealiza tudo mas aí vem o acaso e faz tudo ser diferente do que planejamos mas não significa que a mudança de planos seja ruim o que significa é que temos uma nova oportunidade.

E eu pensei que sabia controlar todos os meus desejos mas tudo mudou e eu sigo aprendendo a controlar desejos novos e antigos.

[post com continuaçao]

 

As vezes eu escolho ir sozinha não é por ser o caminho mais facil, mas é o meu jeito de dizer:  tristeza e aflição? eu não tenho direito de compartilhar… então eu fico instrospectiva, eu escolho me equillibrar sozinha mesmo sabendo que quando os amigos estão por perto é muito mais, é menos doloroso… mas tem dor que a gente precisa sentir sozinha que é pra voltar mais forte.

Eu só quero que quando eu voltar você não deixe de me abraçar e insista em me dizer que sozinha essa angustia nao irá passar…

 

Para cada dia ruim… um dia bom. Que é para que eu possa compreender que tudo o que é ruim passa e o que é bom vem pra ficar e que até com os dias ruins é possivel tirar coisas boas que ficarão para sempre.

Ontem eu chorei tudo o que eu tinha pra chorar e hoje eu acordei especialmente forte, para enfrentar outros dias ruins e esperar os dias bons com brilho nos olhos e uma sede de viver que não cabe mais em mim…

Fugir de um dia ruim: NUNCA.

Enfrentar um dia ruim: SEMPRE. porque é após esse dia ruim que eu ficarei ainda mais forte.

 

 

Estou há dois anos lutando contra a obesidade, me reeducando alimentarmente  uma luta diária que não é nada fácil e depois de emagrecer 50 kilos passar pelo que estou passando me deixa completamente desestruturada física e emocionalmente. A tireóide é uma glândula que tem como principal função regular o metabolismo e a minha tireóide foi retirada inteira está sendo devastador ter uma vida sem ela, mesmo com a reposição hormonal que será pro resto da vida eu sinto devastada e as vezes desmotivada. Operei há 15 dias e engordei 8 kilos mantendo a alimentação saudável.

Eu sabia que viver sem a tireóide não seria fácil pelo menos no começo mas não sabia que iria ser tão difícil tão desgastante física e emocionalmente.

Pareço forte, mas eu choro e choro como uma criança que acabou de perder seu ursinho preferido, eu encosto a cabeça no travesseiro e quando todos dormem eu choro… eu choro com a sensaçao de que tudo está perdido mesmo tendo consciência de que é só o começo e que o começo é difícil mas depois as coisas vao entrando nos eixos, mas olha dona vida eu tenho pressa… não acho justo esse depois, eu quero hoje… eu quero agora.

Tive dias que acordar péssima de tão inchada, dolorida, gorda, chorosa, horrorosa sem querer ver ninguém. triste por lembrar da auto estima que recuperei e da auto estima que estou perdendo e não quero perde-la.

Tenho perdido as forças para me olhar no espelho e me enfrentar…

Eu tenho buscado forças para acreditar na cura, tenho buscado forças para continuar sendo boa mãe… tenho buscado forças pra continuar sorrindo e tenho encontrado essa força em Deus,  no afeto, nos afagos, nos gestos de carinho e tambem dentro de mim. Eu quero continuar buscando essa força dentro de mim porque eu sei que na hora que a gente precisa ser forte e superar a gente não tem outra opção como  a de ser fraca por exemplo então eu quero me manter forte!

Eu só não sei por onde recomeçar… eu nunca me senti frágil, dependente e com medo. É tudo tão novo que não sei por onde recomeçar….

E escrever um pouco de dor faz bem talvez daqui a pouco eu durma e amanhã mais nenhuma dessas lagrimas farão sentido porque escrever tem sido meu analgesico preferido

 

Não sou o tipo de mãe que esconde as coisas dos filhos e abomino quem faz isso, aqui em casa sempre trato tudo muito as claras por mais que as vezes a verdade seja dolorida ela precisa ser dita. Claro que contar uma verdade para uma criança nao é a mesma coisa que contar para um adulto e eu tenho muito cuidado…Crianças tem uma imaginação incrivel tanto para as coisas boas quanto para as coisas ruins.

Tenho uma relação MUITO aberta com a minha e isso faz dela uma criança especial e não sou eu quem falo porque as vezes opinião de mãe não conta muito rsrs mas que ela é especial isso é!!!

A verdade deixa a criança segura, criança que tem as verdades da familia escondida pelos pais quase sempre são crianças inseguras, problematicas…

Quando fui mãe solteira sempre falei a verdade sobre tudo pra minha filha, verdades em doses homeopaticas para a idade dela… conforme ela foi crescendo ela foi entendo ainda mais e criando sua propria opiniao a respeito do pai pelas atitudes do mesmo,  quando teve a oportunidade de conviver com ele diariamente (quando voltamos) ela viu que eu nao estava enganada, que o pai é um cara legal e que tem seus defeitos e a nossa segunda separação não gerou traumas, claro que no começo foi dificil mas como nunca escondi nada dela ela continou formando suas proprias opiniões avaliando as atitudes do mesmo. Não precisei falar bem nem mal apenas a verdade para uma criança da idade dela.

Quando falei do dodoi dela e falei da cirurgia que ela teria que passar eu nao fantasiei em nada… mostrei pra ela toda realidade e isso a deixou segura para enfrentar um centro cirurgico, a recuperação e etc…

Fico enlouquecida quando uma mãe fica enrolando uma criança que pede brinquedo caro: a mamãe vai comprar… a mamãe vai comprar…  Que tipo de relaçao essa mãe vai construir? uma relação baseada na mentira e na inseguraça??

Aqui sempre digo: Filha  não posso ti dar porque hoje a mamãe não tem dinheiro mas quem sabe mais pra frente quando a mamãe tiver dinheiro a mamãe até pode comprar pra voce.  Simples assim, sem choro nem vela.

E não foi diferente do resultado do meu exame enquanto todos escondiam dela que tinha dado cancêr eu tive uma conversa bem franca expliquei TUDO  e ela chorou, ninguem é de ferro, ninguem é forte o tempo inteiro e eu chorei também… Mas ela me abraçou e disse que vai ficar tudo bem e tem sido ainda mais amiga, ainda mais compreensiva… claro que ela é criança ta assustada e tem hrs que dá pití e o que é que tem? eu também dou…

Mas juntas assim construindo uma relação verdadeira a minha pequena grande menina de 7 anos ficou ainda mais segura para me apoiar e não mais ficar triste por nossas vidas terem mudado… porque eu sinto muito nesse momento não poder continuar sendo a super mãe de antes por mais que ela entenda eu sei que ela sente falta das nossas saídas, da diversão, de assistirmos tv juntas, de jogar wii, de conversarmos por horas e horas, de lermos juntas, de ter a mãe “doidona” “mae móóóó legal e divertida”

Mas tenho dito é temporario… jajá minha vida volta ao normal e eu vou rir de tudo que passou…

Mas enquanto isso eu cuido de mim, da minha Gabi na medida do que eu posso e da forma mais honesta que existe!

E fico especialmente grata por tudo que minha irmã e minha mãe tem feito nesse momento que eu não posso ter mil e uma utilidades sem incomodar ninguem.

 

. Novembro é sempre um mês muito ativo pra mim! Na minha familia todo mundo faz aniversario em novembro. O mês já começa com o aniversario da minha filha no dia 6 e esse ano nao vou ter aquela parte mais incrível do aniversario dela que é planejar a festinha e ficar de cabelo em pé com os preparativos. Mas desde já prometo que a festa do ano que vem será em dose dupla. E esse novembro começa diferente mas com a alegria de sobrevivi e que essa cicatriz é mais uma história pra contar com direito a final feliz pra contar e rir de tudo que passou.

To doida pra conseguir ficar sentada ligar o note e mandar ver nos posts mas enqt esse momento nao chega vou postando via celular. Uma coisa que ainda nao consegui foi colocar fotos usando o wordpress pra iPhone mimimimimi

 
muros ou pontes3

Construir pontes ou construir muros?

Embora seja mais facil construir muros eu escolhi construir pontes.

Na minha vida e com a idade que já tenho posso dizer que em alguma fases eu já construi muros e os muros isolam, te dão vida solitária, vida triste e cheia de limitações. Os muros afastam de você as pessoas que mais te querem bem, os muros fazem você perder grandes oportunidades e tem também quem se desgasta construindo muros na intenção de se defender mas  os muros não nos defendem de nada afinal não podemos fugir de nossos sentimentos e nos muros a unica coisa que pode-se encontrar são tijolos cheios de raiva, egoismo, orgulho e ressentimento.

E é por isso que eu prefiro construir pontes porque só construindo pontes eu consigo construir elos, ligaçoes, liberdade… as pontes são mais trabalhosas, exigem delicadeza, compressão mas quanto mais pessoas você tiver ao seu redor melhor vai se sentir… Porque as pontes não nos limitam, não determinam, não isolam e te dão liberdade para ir sempre em frente.

Vamos começar a semana destruindo muros e construindo pontes, comece de dentro e depois que você derrubar os muros do seu coração naturalmente você irá começar a construir pontes.

 

“Eu gosto de quem FACILITA as coisas. De quem aponta caminhos ao invés de propor emboscadas. Eu sou feliz ao lado de pessoas que vivem sem códigos, que estão disponíveis sem exigir que você decifre NADA.”

(Fernanda Gaona)

 
flores-primavera

Hoje é dia 23.

Primavera e logo eu que nem ligo muito para as estações do ano porque na minha cidade só existe: verão, calor e calor e calor… Hoje recebo a primavera de braços abertos, espero boas noticias.

Ha algumas semanas descobri um nodulo na minha tireóide, essa semana fiz a punção e hoje o resultado fica pronto.

Mas hoje eu não quero noticias ruins, eu quero privamera, eu quero cheiros, eu quero cores…

Porque eu  “Aprendi com a primavera; a deixar-me cortar e voltar sempre inteira.”

 

Eu tenho pressa e quero:

– Ir a Buenos Aires dançar tango e conhecer uns cassinos.

– Quero conhecer cusco e sair maravilhada com tudo e intrigada com as coisas que nem o homem nem a ciencia conseguem explicar

– Saltar de paraquedas

-Fazer Rapel

Aprender a nadar, usar biquine, tocar piano, me casar com um vestido LINDO nem que seja em Las Vegas, fazer outra graduação, criar um abrigo para cães e gatos, conhecer a africa e alimentar grandes felinos de pertinho, andar a cavalo sem medo de cair, comer e nunca mais engordar.

E contar tudo tudo para os meus netos e para os meus bisnetos também!!!!

 

O blog ta meio paradinho né? mas sabe o que é? O blog é nada mais nada menos um pouco (eu diria um muito) do que eu sou no dia a dia e ando passando por problemas, estou chorona, inquieta, querendo colo, abraço apertado e procurando não fazer perguntas e nem achar respostas.

O fim de qualquer ciclo na vida da gente é sempre muito dificil e eu estou tentando fazer com que o fim de um ciclo  passe de uma forma mais confortavél e menos dolorosa(embora muitas vezes a parte dolorosa seja mais forte do que a parte confortavél)  sem buscar culpados e tentando guardar as magoas em um lugar onde eu não possa encontra-las mais.

Estabelecer uma nova rotina, ensinar ausencia, viver a ausencia, ser 2x mais presente…não é facil mas era pior ter uma ausencia presente isso é bem verdade.

E eu vou aqui aquietando meu coração…e em meio as dores encontrando novos sabores e alguns sorrisos.

 

 

“Não me prendo a nada que me defina. Sou companhia, mas posso ser solidão . Tranquilidade e inconstância . Pedra e coração. Sou abraços,sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono! Música alta e silêncio. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser. Não me limito, não sou cruel comigo ! Serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato… Ou toca, ou não toca”. (Clarice Lispector )

“Que setembro venha com bons ventos,que me traga sorte e amor, que não me deixe sofrer, por favor” (Caio Fernando Abreu)

 

– Os exames da Gabis ficaram prontos, de todos os males o menor.

– Domingo voltamos para o nosso Acre e espero que o aeroporto esteja aberto mas se não estiver por favor me mandem pra Manaus.

– Nesses 10 dias não emagreci nada mas tenho caminhado muito porque caminhar é de graça e ainda me dá beneficios.

– Tenho sentido uma azia de matar, desconforto abdominal e enjoo. mas toda a ansiedade e os problemas que ando passando estão colaborando pra esses sintomas punks.

– Estou devendo muiiitos e-mails e muitas liberaçoes de comentários aqui no blog mas minha conexão está impossivel to no hotel vizinho filando uma conexão marota. Mas a partir de domingo a programação do blog voltará ao normal. Ando morrendo de saudades desse mundo bloguistico.

 

Ai a vida…

Vale tanto a pena…

 

Sim… os problemas existem!!!

mas…

continue sorrindo…

 

Porque tudo passa… As vezes demora mas passa…

 

pSaudade de casa ë uma coisa medonha… Coloquei na mala tudo que podia, mala entupida e na hora do embarque fiquei ate com medo de pagar excesso de bagagem! O que não coube na minha mala grande, coloquei na mala da minha filha. É claro que trouxe mais do que eu precisava e não usei muitas coisas mas ë que na verdade eu queria trazer o cheiro de casa comigo, a rotina, o amor de acordar e agradecer por mais um dia perto de tudo que ë chato e de tudo me faz bem. Nesse sufoco aqui em goiania eu me descobri com uma insonia insana e uma dor na cabeça constante! Rolo de um lado para outro na cama e nem me acho… Hotel pode ate ser bom e viajar tambëm mas não existe nada melhor do que a casa da gente, a rotina da gente, o banheiro da gente, a cama da gente… Mas a primeira e mais dificil etapa foi vencida que foi a cirurgia da minha pequena e agora não vejo a hora de poder voltar pra casa…pra minha casa…./p
pPs. Irmã acredita que to com saudades de voce?? Ë um saco ter que admitir que minha irmã ë muito chata mas ë insubstituivel. (pode chorar irmãzinha eu deixo) e quando tu nao me liga eu so falto chorar de tanta sauuuudade. Da um beijo bem grande no meu peruinho e oolha quando eu volta vou espocar ele de tanto amor… Ah! E nao deixa a mn cachorra fugir denovo kkkkkkk/p
pEsta mensagem foi enviada através de um celular com Android/p

© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha