Desde que me entendo por gente escuto: dor de cabeça em criança não é coisa boa e deve ser investigada.

A minha filha apresentou uma dor na cabeça sem motivo aparente e uma dor muito forte, com histórico de convulsão. Fomos a pediatra, ela pediu uns exames e uma avaliação com o neuro, porém a dificuldade começou aí, ha dois meses o primeiro sintoma e o neuro só poderia atender dia 22.03. As dores foram aumentando a ponto de irmos para a emergência várias vezes mas na sexta-feira e sábado ultrapassou qualquer limite de dor. Passamos a noite no hospital, a médica do plantão foi ótima mas não tinha um neuro para avaliar minha filha, o hospital ligou para todos os neuros da UNIMED que é o nosso plano de saúde e NENHUM atendeu. No dia seguinte foi feita uma tomografia, passada pela medica com contraste e por um erro de alguém que ate agora nao sabemos quem fizeram sem contraste e não adiantou nada e pra completar continuávamos sem  medico pra avaliar o exame. Então o hospital que estavamos nos encaminhou  para o hospital publico. Veja só que absurdo, quando o mais comum é o hospital publico encaminhar para o particular e na realidade aconteceu  o contrario. Rodamos de ambulância por dois hospitais, até que o chefe da pediatria do PS chamou o neurologista do plantão, passamos o dia esperando e a medica foi, diferente dos médicos do meu plano de saúde. A medica viu os exames da minha filha, mas como o exame não foi feito de maneira correta ela não pode avaliar de forma completa. Então pediu outros exames, que estão em uma guia de emergência e mesmo assim não são tratados como emergência, minha filha continua tendo dores e só será possível realizar o exame na quinta-feira. Esse é o meu plano de saúde.

Se você reclama do SUS, vai passar um dia dependendo da Unimed pra você vê. Pelo menos na minha cidade o sistema publico de saúde é BEM melhor que os sistema particular.

Ando tendo inúmeros problemas com o plano de saúde desde o momento que de fato comecei a precisar dele. Vejo muitas pessoas passando por problemas com o mesmo plano de saúde. É falta de respeito… não sei mais a quem recorrer, pagar plano de saúde pra ser humilhado, pra não ter atendimento, pra ter que pagar consultas, exames e cirurgias e ter dificuldade com ressarcimento não está nos planos de ninguém.

Agora estou aqui de mãos atadas e coração apertado esperando logo pela quinta-feira…

 

Esforço-me o tempo todo para não esquecer de como eu era, porque é bem daquele jeito que eu não quero ser NUNCA mais.

Não quero nunca mais detestar o que olho no espelho.

Não quero nunca mais ter esteatose.

Não quero nunca mais ficar indisposta física e emocionalmente.

Não quero nunca mais vestir tamanho 50. (ou mais)

Não quero nunca mais ficar com a bunda apertada na poltrona do cinema

Não quero nunca mais  que alguém me olhe com pena.

Não quero nunca mais ter pressão alta.

Não quero nunca mais não poder brincar com a minha filha.

Não quero nunca mais ter medo de ter qualquer complicação por causa da obesidade morbidade.

Não quero nunca mais ser o como eu era.

 

Sei que o câncer atrapalhou muito os meus planos e que  se não fosse a cirurgia pra retirada dos nódulos, da tireóide e os tratamentos eu já estaria com meu peso ideal, mas espera ai que eu não desisti… Eu apenas tive que fazer uma pausa, forçada eu diria e jaja eu vou ficar bem, vou ta por ai fissurada no ritmo ragatanga da vida. E apesar de ter engordado um pouco não sou um fracasso por completo né?

 

Se não da pra chegar na minha meta quero pelo menos continuar assim nessa pausa que estou dando na vida balonada.

Na verdade é uma “pausa” porque continuo na reeducação alimentar, agora com mais cuidados devido o pós cirurgico, mas faço tudo o que posso. Essa semana emagreci dois kilos e estou tentando voltar pro peso que estava quando operei,  claro que com a hormonioterapia é muito mais dificil, mas vamos lá né? vai que eu consigo!! rsrs

Hoje tive consulta e tudo na mesma, nem avanços, nem retrocessos. Tenho exames pra fazer se não tiver nenhuma intercorrência  daqui um mês retorno médico.

Bom… não sei o que a vida reserva pra mim mas eu sei o que eu quero pra mim…

Então vamo que vamo!!!

 

Aproveitei o restinho de feriado pra ao ir cinema com minha pequena, falando em cinema… é o nosso momento preferido, quando entramos no cinema é como se o mundo parasse e existisse apenas nós duas,  essa paixão dela por cinema é algo incrivel de se ver (coisa de mãe coruja) mas ela tem paixão e curiosidade pra saber como tudo é feito até chegar ali na telona e esse filme foi uma verdadeira aula de cinema pra ela e ela saiu ainda mais apaixonada pelo cinema.

Sinopse: Hugo é um garoto de 12 anos que vive em uma estação de trem em Paris no começo do século 20. Seu pai, um relojoeiro que trabalhava em um museu, morre momentos depois de mostrar a Hugo a sua última descoberta: um androide, sentado numa escrivaninha, com uma caneta na mão, aguardando para escrever uma importante mensagem. O problema é que o menino não consegue ligar o robô, nem resolver o mistério.

 

Gabriella tem 7 anos e freqüenta a escola desde os 2 anos, o começo da vida escolar dela foi muito difícil, pra mim claro porque essa separação sempre é mais difícil para os pais do que para os filhos. Lembro que a deixei com um sorriso nos lábios e lagrimas nos olhos e ela se adaptou muito bem. Algumas vezes chorava ao saber que eu iria partir, mas eu me escondia e ficava ali olhando e 2 min após o ensaio de choro ela estava rindo, pulando e se divertindo. Confesso que no inicio do primeiro ano escolar eu sofria mais quando ela me dava tchau sem cerimônia e ia embora, mas com o tempo a gente aprende que essa separação é feliz, é saudável, mas que às vezes dói ver nosso bebê crescer, isso dói, mas o que faz doer é uma mistura de medo e alegria!

Hoje aos 7 anos é tudo tão mais tranqüilo, não tem medo, nem dor na verdade tem a ansiedade dela em reencontrar os coleguinhas, de conhecer novos colegas, de saber quem será a nova professora.Lembro que antes eu  comprava o material com um mês de antecedência e ficava colocando em pratica o meu TOC de etiquetar tudo. Aos 7 fiz tudo em cima da hora, comprei o uniforme uns dois dias antes, improvisei algumas coisas e enfim volta as aulas, agora sim o ano começou e eu desejo um ano de muito aprendizado, desafios, conquistas e vitorias pra você minha filha. Ah! E muitas notas boas se não fica de castigo tá? Hahaha

 

Fevereiro chegou!!

E com ele aquele dia pra chamar de meu:

20.02

 

Tá eu sei que na sua cidade também deve ter um rio, mas o Rio Acre é diferente, ele tem uma energia diferente e eu sinceramente não sei explicar apenas sei sentir.
Como toda enchente esse rio deixa centenas de desabrigados, são pessoas que perdem tudo e todo ano é assim, mas é com uma culpa imensa que eu digo que minha cidade fica muito mais bonita, enérgica e feliz quando o rio está cheio.

Se não existissem os prejuízos eu gostaria que  o Rio Acre fosse lindo e cheio o ano inteiro.

 

Desde que fiz a cirurgia pra retirar a tireóide e o danado do câncer estou tendo dificuldades pra retornar a minha rotina, o meu foco, a minha vida…A recuperação foi lenta, complicada e o tratamento é chato… e as vezes parece que estou em um corpo que não é meu e as vezes uma mente que não é minha. Fora o medo que as vezes me tira sono, dá medo da doença voltar em outro lugar. Hoje mesmo fiz mais um exame para saber sobre as células malignas e o exame só fica pronto daqui 20 dias. (oi? Moro no acre.) Saindo do laboratório eu tinha duas opções: Sofrer por 20 dias ou …  eu preferi escolher o Ou… do que sofrer por 20 dias.

Então resolvi sei lá olhar pra mim e inverter a ordem da mudança. Olhei um pouco de fora pra dentro ao invés de dentro para fora… Porque olha não é por nada não, mas a cirurgia me embarangou um bocado e eu to “suuufrida” porque essa doença apareceu momento que eu tinha resgatado toda minha auto-estima e emagreci 50 kilos. então nada do que um momento de mulherzice pra dar uma injeção de animo:

Morena e de cabelo chanel:

 

Comecei o ano vendo Compramos um zoologico a principio pensei que fosse apenas mais um filme bobo mas me enganei porque o filme é envolvente e lindo!!

“O filme baseado em uma história real apresenta Benjamin um pai solteiro que vive uma incrível história de superação. Após a morte da esposa Benjamin e seus filhos mudam-se para o interior da Califórnia para renovar e reinaugurar um zoológico em decadência. Sem nenhuma experiência prévia a família verá seus valores transformados pelo convívio com os animais do zoológico em uma experiência inebriante para toda família.”

“Se você tivesse que escolher entre animais e pessoas quem você escolheria?”

 

 

Estou acompanhando um projeto bem legal que você também deveria acompanhar.

Esse meninos estão viajando esse chãozão pra chegar até aqui e alimenta-se de cultura e levar a nossa cultura para o mundo.

Conheça um pouco sobre o projeto: http://oacreexiste.com

 

Um pouco de história e arte do meu Acre.

 

Lindo e emocionante.

 

Será exibido até o dia 30/12  as 19:30

Vale a pena!!

 

Estou oficialmente liberada para atividade fisica na proxima semana.

Isso sim é uma boa noticia…

Estou me recuperando bem da cirurgia, a vida aos poucos tem voltado ao normal mas tudo dentro dos meus novos limites. Continuo com a falta de ar e nenhum medico sabe a razão. A minha voz ainda não voltou ao normal e tem horas que sinto bastante dificuldade pra falar. E sabe o que é o pior? É quando as vezes minha voz sai alta demais e grossa e as pessoas acham que estou brigando, começo a ficar sem saber como agir. Meu corpo ainda não se adaptou a dosagem do hormonio, aquele que vou ter que tomar o resto da vida pra substituir o que a tireoide produzia naturalmente. Tem dias que não consigo nem andar, meu corpo parou de produzir calcio  e eu também preciso tomar calcio diariamente. (3x por dia)  mas estou vencendo, lutando contra e não deixando essa onda me afogar. Tenho aprendido a viver, de novo e de uma nova forma. E apesar de tudo eu posso dizer que hoje eu tenho aprendido a viver melhor, a aproveitar melhor cada oportunidade de dizer: Eu amo você.

Quando a gente recebe um diagnostico assim a vida fica mais delicada e a gente tem que aprender a ter leveza. Porque choro, depressão e angustia não resolvem problema nenhum

Agora estou esperando os exames pra ve se o cancêr regrediu ou estacionou mas uma coisa é muito importante que eu aprendi é: Se quero ficar curada não me dou o direito de me sentir doente. Existem dias bons e dias ruins. Dos bons eu aproveito muito e dos ruins eu tento transforma-los em bons.

 

Pela primeira vez eu montei uma arvore de natal. Em outros natais eu enfeitava a casa sei lá qualquer coisinha pra que minha filha não virasse EMO, mas esse ano deu vontade de sentar no chão da sala, colocar musiquinha de Natal e montar uma arvore e olha eu prometo que a partir de hoje não passarei mais um Natal sem montar uma arvore de Natal. Foi uma delicia… Mais de 1 hora da manhã e nós nos divertindo na sala de casa, conversando, rindo e montando a arvore.

E cada vez que olhamos pra arvore ficamos felizes porque lembramos do momento em que estavamos montando.. É acho que isso é o espirito do Natal…

 

 

Moro no Acre e aqui faz muito calor o tempo todo, todo o tempo! Até quando chove faz calor e eu reclamo disso todos os dias mas quando vem um dia cinza acho estranho, tenso, sufocante…Prefiro o ceu azul e aquele calor insuportavél do que ter que viver um dia sufocante e aflito em forma de dia cinza…

 

 

-Mãe todos os meus amigos dizem que o Papai Noel não existe. E que é o pai ou a mãe que coloca o presente na arvore de Natal.

-Filha, é assim… tudo o que você acredita de todo seu coração existirá dentro do seu coração.

-Mas mãe eles ficam dizendo isso o tempo todo pra mim.

-Filha, se é importante pra você continue acreditando de todo o seu coração e ainda assim o Papai Noel existirá.

 

nov 022011
 

Ta vendo essa cicatriz?(ta só o curativo mas entra no clima ai e finja ver a cicatriz haha) Ela siginifica que eu sobrevivi e  que logo mais terei mais uma historia de sucesso pra contar.

ps. porque na superação eu **esculacho

© 2012 Brindo à vida Suffusion theme by Sayontan Sinha